Senden hat offenbar funktioniert, aber es wird noch ein Bestätigungsmail verschickt, sobald die Änderungen angekommen sind.
Es hat etwas nicht funktioniert. Bitte den Inhalt in Word (o.Ä.) kopieren und per Mail schicken.

Brief (01-00066)

Moçambique 25 de Abril de 1882

Ex.mo Snr.

Tenho a honra de accusar recebido o favor de V.Ex.a de 3 de Março proximo findo, e antes de responder ao assumpto sobre que V.Ex.a se dignou pedir-me esclarecimentos, permitta-me que sinceramente o felicite pela maneira realmente prodigiosa como V.Ex.a comprehende e maneja a minha lingua patria.

É certo que o estudo importante em questão, o nome de V.Ex.a e a sua alta posição, eram mais que sufficiente garantia dos seus vastos conhecimentos, creia porem V.Ex.a que a sua apreciada carta vae ainda mais longe pois me fez mudar completamente da opinião errada que até hoje tenho tido sobre o modo como em geral os estrangeiros escrevem o portuguez.

Devo regressar pelo proximo paquete de Maio ao districto de Quilimane e desde a chegada envidarei todos os meus esforços para desempenhar cabalmente o estudo que gostosamente acceito, assegurando desde ja a V.Ex.a, que apesar de serem escassos os recursos de intelligencia que possuo para um trabalho d’esta ordem, farei toda a deligencia para os supprir com a maxima boa vontade em ser util a V.Ex.a

Tenho a honra de ser Com a maior consideração De V.Ex.a M.to Att.o V.or e Creado Jose de Almeida d’Avila Governador de Quilimane